Bezerras com maior ganho de peso produzem até 17% mais leite

Os cuidados sanitários, acerto na nutrição e ganho de peso na fase inicial de criação das bezerras gera impactos muito positivos a longo prazo, segundo análises da sétima edição do Índice Ideagri do Leite Brasileiro (IILB-7).

A pesquisa aponta que a boa alimentação e cuidados com a saúde das bezerras entre nascimento e desmama pode causar uma diferença de 17% a mais na produção de leite na primeira lactação, além de aumentar a taxa de sobrevivência dos animais e ainda influenciar positivamente a produção de leite ao longo da vida da futura matriz.

Todos esses pontos reforçam a importância de uma boa estratégia de incremento de peso para bezerras. Para planejar a criação desses animais é preciso ter uma visão a longo prazo, pois negligenciar a saúde dos animais impacta diretamente na produtividade do seu rebanho no futuro.

Confira a matéria completa no Portal DBO e entenda a pesquisa.

Outras Notícias

Brasil alcança segundo lugar no mercado de produtos pet

Leia mais

Inovações no mercado pet durante a pandemia

Leia mais

Brasil registra crescimento na exportação de carne bovina em 2020

Leia mais